A GRANDE ARTE (NACIONAL / DVDRIP) – 1991

A GRANDE ARTE – 1991
BRASIL
DRAMA – THRILLER
DIREÇÃO: Walter Salles
ROTEIRO: Rubem Fonseca, Matthew Chapman
IMDb: 6,1 https://www.imdb.com/title/tt0101834/

DVDRIP – NACIONAL

Postado por Praxinoscópio


Formato: AVI
Qualidade:
DVDRip – 704×400 – 25 fps – Bit rate: 1.841 kb/s
Tamanho:
1,45 GB
Duração:
100 min.
Legendas:
Português – Separadas
Áudios:
Inglês com alguns trechos em Português e Espanhol (Banda sonora única)
Servidor:
Uptobox, Uloz.to (3 partes RAR)
Uploader: Praxinoscópio

ULOZ.TO
PASTA COM OS ARQUIVOS: A GRANDE ARTE

UPTOBOX
PARTE 1: A GRANDE ARTE
PARTE 2: A GRANDE ARTE
PARTE 3: A GRANDE ARTE

Obcecado por vingança, Peter Mandrake (Peter Coyote), um fotógrafo americano, se empenha em aprender as antigas lições de matar com facas. Pelas ruas escuras do Rio, Mandrake traça uma história particular dessa vingança, que irá levá-lo ao submundo do tráfico internacional de drogas e armas, cruzando o vasto Brasil até os Andes e a fronteira da Bolívia. Co-produção Brasil-EUA dirigida por Walter Salles e com roteiro baseado na obra homônima de Rubem Fonseca.

– Foi o primeiro filme de longa-metragem dirigido por Walter Salles.
– O roteiro em Português foi escrito por Rubem Fonseca, que o reescreveu mais de 20 vezes.
– É considerado um dos filmes mais caros de toda a história do cinema brasileiro, pois sua produção consumiu 5 milhões de dólares.
– Venceu o Troféu APCA 1991 (Brasil) na categoria de melhor fotografia e melhor atriz coadjuvante (Giulia Gam).
– O filme foi filmado nas ruas do Rio de Janeiro (geralmente à noite) e nas terras altas da Bolívia e Pantanal.

Peter Coyote … Peter Mandrake
Tchéky Karyo … Hermes (as Tcheky Karyo)
Amanda Pays … Mariet
Raul Cortez … Lima Prado

2 comentários para A GRANDE ARTE (NACIONAL / DVDRIP) – 1991

  • Thiago L  DISSE:

    Interessante. Nunca tinha ouvido falar desse filme. Não sabia que Walter Salles havia dirigido um filme com o Peter Coyote. Resgate fantástico, William! Valeu!

  • josquimdeprez  DISSE:

    Eu só tinha visto este filme em português, mas vê-lo na produção original é melhor.
    Ele mostra várias modalidades de facas e canivetes.
    O canivete que fere Peter Coyote é um Syperderco Delica com cabo metálico.
    Logo após aparece uma série de outras facas, na sua grande maioria modelos Bowie. A menos indicada para uma contenda é a Sub Hilt Bowie Knife (Bowie com guarda dupla). Ela deixa a mão presa, embora seja a mais bonita. A Randall é muito pesada. As mais indicadas são as com fio duplo como a Böker Applegate-Fairbairn. Eu ainda prefiro fio duplo com serrilha em um dos fios, mas que seja tão leve quanto uma SOG. A que nunca consegui achar nem quem a fabrica é a usada pelo Raul Cortez. Pequena, fina, leve e aparentemente com cabo em madrepérola.
    Pra quem não sabe, no ano passado São Paulo recebeu a 7ª edição da Mostra Internacional de Cutelaria onde aconteceu o 1° Campeonato Brasileiro de Combate com Facas.
    Muito obrigado pelo filme original.

PARTICIPE DA DISCUSSÃO, MAS ANTES DE COMENTAR CLIQUE AQUI E LEIA NOSSAS REGRAS DE COMENTÁRIOS. Saiba que todos os comentários são moderados, nós nos reservamos o direto de publicá-los ou não. É proibido divulgar endereço de sites, blogs, fóruns que não sejam de parceiros ou de colaboradores do Tela de Cinema. Nós não permitimos a publicação de links de arquivos nos comentários, para colaborar acesse o menu do blog e procure pela opção COLABORE CONOSCO, ou clique aqui. Nós não recomendamos a divulgação de emails nos comentários, faça isso por sua conta e próprio risco.